Telefone MapaComo Chegar Menu

contato@madeiramahogany.com.br

Madeira Mahogany

Madeira tratada em campo de testes


Assegurar o melhor desempenho de seus produtos em situação real de uso é objetivo permanente da Montana Química, para oferecer ao mercado a máxima qualidade em proteção e acabamento para madeira. Cliente Montana sabe a diferença.

O maior interesse da Montana é testar regularmente o desempenho de seus preservativos e acabamentos para madeira em situações reais de aplicação, utilizando matérias-primas de reconhecida procedência e as mais diversas formulações adequadas às condições brasileiras de clima e solo, explica o gerente de laboratórios da empresa, Julio Schilling. “Numa parceria com o Instituto Florestal do Estado de São Paulo, a Montana regularmente implementa seus próprios estudos em campo de testes no município de Luís Antonio, interior de São Paulo. Lá, as condições são extremamente favoráveis à biodeterioração, e centenas de estacas de madeira de pinus tratadas com os preservativos CCA-C, CCB-O e outros produtos provenientes de intensa pesquisa, estão sendo submetidos a condições rigorosas, tendo como referência a norma ASTM D1758-02 e o Standard AWPA E7/12. Atualmente a empresa conta com quatro campos experimentais”, informa Schilling.

Segundo Jackson Vidal, químico pesquisador da Montana, o conjunto mais antigo de estacas monitoradas tem 32 anos de exposição à intempérie. Inicialmente o ensaio foi implementado pela Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” da USP, a ESALQ de Piracicaba e, em função de seu capacitado corpo técnico a ESALQ confiou à Montana Química este conjunto completo para a condução da pesquisa. “Hoje, estamos preparando ensaios de campo para a exposição de madeiras tratadas na condição fora de contato com o solo, utilizando novos preservativos que já passaram com sucesso por testes laboratoriais e estão agora credenciados a serem testados em ambientes da mais elevada criticidade. Temos a expectativa de resultados igualmente positivos sob as condições reais”, ressalta o químico.

A realização sistemática de testes rigorosos em campo com madeiras nacionais, em média por cinco anos, sob situações de sol e chuva de verdade, é o ponto em que a Montana faz a diferença em relação à concorrência. “Quando disponibilizamos um produto para o mercado, seja ele tradicional ou lançamento com a marca da inovação, seu desempenho superior já está devidamente assegurado pelos testes de campo, atendendo sempre a regulamentação das categorias de uso. Eles proporcionam segurança ambiental e sanitária, com a melhor relação de custo/benefício”, avalia Schilling. “Novos ou tradicionais, os produtos Montana só chegam ao mercado com garantia de atendimento às normas brasileiras vigentes, seguindo padrões internacionais desde a fabricação até a aplicação. Faz parte de nossa metodologia de trabalho. Quando o cliente recebe um produto Montana recebe a melhor tecnologia, devidamente testada e com a qualidade assegurada”, destaca Vidal.

Data: 26/11/2013

Fonte: www.infoimoveis.com.br